Monday, April 27, 2015

Houve um pai que disse, e eu subscrevo, este é para ti Nádia

"Apaixona-te por um grande Homem e não voltarás a chorar " :)

Não te apaixones por um homem que só fale de si mesmo, dos problemas dele, sem preocupar-se contigo.
Namora com um homem que se interesse por ti, que conheça as tuas forças, as tuas ilusões, as tuas tristezas, e que te ajude  a superá-las.
Um grande homem já mais saira do teu lado, porque tu és a sua fonte de energia.


I´m Backkkkkkkkkkkkkkkk

Entãoooooooooooooooo  meus pandas, como andam?
Sim, volteiiii, acho que está na altura :)

tenho muitas coisinhas para contar, mas vamos a elas com calma.




Tuesday, February 5, 2013

E o chefe?!


Um(a) moiro(a) de trabalho... Coitado (a)

Perder amigos, é do caraças

Já perdi amigos de várias formas, uns sem saber porque, outros porque havia sentimentos pelo meio que não eram correspondidos, e poderiam de alguma forma magoar.
Já perdi amigos só porque sim, porque as pessoas não aceitam um dia mau... já perdi amigos porque lhes emprestei dinheiro e nunca mais os vi...
mas na realidade nunca tinha perdido um amigo por lhe ter pedido ajuda... é, estamos sempre a aprender.
Quem me conhece sabe, a mim a vida só tem ensinado, tenho tido uma vida dificil, nunca fui mimada por nenhum namorado, nunca tive tudo o que quis, nunca fui o centro das atenções fosse de que situação fosse, nunca fui aclamada... a minha vida tem dias em que é mais dura que uma rocha, e eu choro, choro choro, mas levanto-me, e levanto-me sozinha, especialmente porque não tenho um amigo que me dê a mão, até há pouco tempo tinha uma amiga, e considerava (considero) que fosse a minha melhor amiga, madrinha do meu filho, eu perdoava más palavras, porque todos temos dias maus, eu perdoava telefonemas não correspondidos, quando na realidade ao contrário eu levava uma "vai po crlh" se não atendesse, do fundo do coração eu acho que uma amizade tem coisas dessas, o que eu nunca esperei, foi que no dia em que precisasse da minha melhor amiga, ela me virasse as costas da maneira mais flagrante que se pode.
Todos temos a nossa vida, e nem sempre podemos ver-nos a toda a hora, seguimos caminhos diferentes, mas não há um dia que eu não atenda telefonemas aos meus amigos, porém o contrário não acontece.
Liguei à minha amiga na véspera de natal, 8 vezes, pois tinhamos combinado tomar o pequeno almoço antes do natal, ela nunca atendeu, e nunca retornou as chamadas.
Até ao dia 30 de Dezembro, dia em que precisou de ajuda com o telefone dela, e ligou 5 vezes nessa noite, atendi sempre... nunca ouvi "desculpa n ter atendido ou ligado" , mas agi normalmente como qq amigo faria...
Dois dias depois, e desesperada, enviei-lhe uma mensagem no facebook, a pedir 60.00€ emprestados, até ao dia 14 que receberia e pagaria...
sem obter resposta e sem saldo no telf, achei que ela não teria visto, mas ... agora o face é fantástico e logo mostra se alguém já leu ou não o que escrevemos... passaram dias e dias e dias, várias vezes a vi online, nunca teve coragem de me dizer "olha não te empresto", eu não iria levar a mal, muito pelo contrário, perdi essa amiga, porque ela nunca mais me falou até hoje, será vergonha? Medo que eu fique chateada porque não me podia emprestar o dinheiro?
Desiludiu-me mais pela indiferença com que me brindou, do que com o facto de não me ter dito sequer que não me emprestaria o dinheiro...

é, já perdi amigos de várias maneiras, mas foi a primeira vez que perdi um amigo por lhe pedir ajuda.

e é triste, muito triste, é porque a minha amizade afinal, não vale nada.

Prezervem os vossos amigos, e acima de tudo sejam sinceros, dói menos do que a indiferença.

Saturday, September 1, 2012

Cansa existir

Estou exausta, e não faço ideia o que me cansa desta maneira, toda a minha vida tem sido uma luta constante, vejo toda a gente a passar-me à frente em tudo, e penso sorrindo que o meu dia chega, mas se há momentos em que isso me basta para ter força e aguentar tudo, também há momentos em que me questiono "porra, o meu dia chega, mas quando!? já passaram 28 anos, já passarm milhões de vezes em que aceitei que o que é meu chega quando menos espero e continuo sem ver nada".
Há dias em que me cansa ter de existir, respirar, sorrir, cansa-me ter de dar um passo e outro para chegar à rua, cansa-me olhar ao espelho e ver-me como me vejo, cada vez que identifico menos com o reflexo que vejo do outro lado.
E sinto-me só, ainda que me rodei de dezenas de pessoas!
Recentemente percebi que afinal aquela frase do "és cá uma amiga para o Inverno", é mesmo verdadeira, pois eu acho que sou uma amiga de inverno, no verão eu não ponho os olhos nos meus amigos, acho que sou uma amiga que é giro ter para ir ao café em dias de frio e chuva...

mas isto posso ser eu que ando muito cansada e triste...

Friday, June 15, 2012

Muito triste


Será que ninguém lê, vê e ouve o que se passa neste País?! Só eu!? Cortamos isenção nas taxas moderadoras à maluca, só pq sim, temos de poupar em algum lado para poder continuar a dar a quem tem mais que muito... Atendi agora uma senhora com uma reforma de 300eur, uma filha com 97% de incapacidade, uma renda de casa, água, luz, gás, alimentação, esta senhora em particular, (de muitas pessoas que a...qui tenho atendido) não tem direito ao minimo de qualidade de vida? FDS é que "acabámos" de lhe enviar uma carta a dizer que NÃO tem direito a isenção nas taxas moderadoras, nem ela nem a filha, que não anda, não vê, não fala... é só mais uma no meio de tantas pessoas a quem isto tem sido feito. E querem que eu aplauda pq a SELECÇÃO ganhou um jogo!? Pq marcou 3 golos? Pq pode marcar mais um milhão até ao fim do mundial, querem que coloque uma bandeira na janela, ou partilhe ligações de apoio? E à Dona Maria Adélia e á Ana sofia, quem é que apoia? Orgulho por quem!? Portugal!? O que eu sinto em relação a este país está muito longe do orgulho.

Thursday, June 14, 2012

Thursday, June 7, 2012

e eu amo-te com a mesma intensidade

É tudo tão simples, e no entanto contigo tudo parece ter uma perplexidade sem medida... 
Sou capaz de ser a única pessoa que está ao teu lado que te compreende, não me aborreço, aceito os dias de tempestade, não imponho nada, nem mesmo a minha presença. Deixo-te completamente à vontade para seres tu, para viveres, para saires, porque afinal acho que só assim se mantém uma relação... Tens o teu espaço e eu tenho o meu, e temos o nosso.
No entanto, parece-me que tu não vais passar daí, sinto que tens medo do que possas sentir, tens medo que o que sentes, te tire a tua liberdade quando o gritares ao mundo, a mim... e eu não sei em que parte de toda esta história  te fiz crer que esse seria o desfecho... 
Respeito-te, e amo-te, amo-te tanto que me dói não puder dizer-te. 
Amo acordar ao teu lado todos os dias, mesmo que tenha de sair da cama 3h antes de ti, amo ouvir-te resmungar a que horas queres acordar, amo quando me dizes de olhos fechados "leva o casaco que está frio" ou "tem cuidado na rua a esta hora da manhã está tudo a sair dos bares"... adoro quando reclamas porque não te liguei nenhuma, e adoro quando me dás muitos beijinhos sem ter que te pedir. 
Mas sinto-me tão pequenina como um grão de areia quando estás zangado com o mundo, e por consequência me pões ao seu lado, odeio, porque eu mais que ninguém compreendo o que estás a sentir, mas tu não vês, 

     tu não queres ver,  e eu continuo a amar-te com a mesma intensidade, só não te digo.



Tuesday, June 5, 2012

Ser capaz. . .

Quando te magoam de alguma maneira, e tu queres dar o benefício da dúvida, e continuar só há um problema, o de não seres forte o suficiente. . . Uma porta mal fechada, o banco do carro mais inclinado, um copo fora do sítio... uma folha que tens a certeza que deixaste virada para baixo e agora está virada para cima, um sapato que leva um pontapé e fica um pouco mais de baixo da cama. . . Tudo isto te vai fazer ou forte, ou ainda mais fraco.
E tudo o que queres é ser forte, porém há dias que te deixam na incerteza. Há dias que preferias não saber qual a intensidade da dor de ser "enganada". . . Há dias em que a mente te vai atraícoar, há dias em que não vais ser forte. . .