Monday, May 30, 2011

Frágil

Há momentos em que não dá para não chorar... momentos em que preferia chorar por me aleijar fisicamente... momentos em que eu não queria nada sentir-me tão "fraca".
Há momentos em que já estamos a ser fortes há tanto tempo que por qq coisa caí a lágrima, e essa lágrima trás tantas com ela...
Se me perguntares neste momento porque razão estou a chorar, eu vou dizer que não é uma mas milhares... ou simplesmente vou dizer que não sei, pq na realidade não sei bem.

1 comment:

Nuno Medon said...

olá! comigo tudo normal, e contigo? olha, o Não há coincidências, eu compreio-a há uns anos, emprestei-o a uma prima e nunca mais o vi. Embora a minha prima more no Porto, raramente nos encontramos na zona do grande Porto. Geralmente vejo essa minha prima a 50 kms de Valongo, no Marco de Canaveses. Quanto ao Sei lá, tenho aqui em casa e empresto-te numa boa, mas como fazer para te entregar o Livro? vivo em Valongo. beijos e um abraço. o que te aconteceu, menina?